Cameras e alarmes

Câmeras de segurança: o que é necessário e quanto custa instalar?

Saiba o que é necessário para ter um sistema de câmeras de vigilância em sua propriedade

cameras de seguranca em curitiba

Com a crise econômica que o Brasil vem passando, tem se tornado cada vez mais difícil para os entes públicos manter os brasileiros seguros. Nessa hora, buscar segurança por conta própria parece ser o caminho mais apropriado para quem vive aqui.

Nesse caminho, muitas pessoas têm buscado por câmeras de segurança para inibir a ação de criminosos que gostam de invadir casas e propriedades comerciais em muitos imóveis  em Curitiba.


O que é necessário para que você mesmo possa instalar câmeras de segurança na sua casa?

Esta é uma pergunta que vemos com frequência, principalmente vinda de moradores que vivem em casas em condomínio fechado. Primeiramente, há instruções disponibilizadas pela maioria dos fabricantes.

Em segundo lugar, há inúmeros vídeos on-line que também ajudarão você. Se por acaso nunca fez isso antes, tente não se sentir frustrado logo de primeira. Seguindo as orientações abaixo, ficará mais fácil para você fazer isso pela primeira vez.


Algumas dicas rápidas para lembrar na hora de instalar câmeras de segurança na sua casa

– Procure fazer os furos do tamanho necessário para encaixar a câmera na parede. Certifique-se, no entanto, de que Ă© suficientemente para passagem do cabo coaxial.

– Tome especial cuidado ao perfurar madeira e concreto. Essa dica vale principalmente para investidores imobiliários que buscam equipar terrenos em condomĂ­nio fechado com câmeras de vigilância. Se a perfuração for feita de forma errada ou ficar feia esteticamente, pode depreciar seu imĂłvel influenciando em vendas ou locações futuras. 

– Use cabos coaxiais padrĂŁo RG 59.

– Ao passar os cabos atravĂ©s dos orifĂ­cios, verifique se há espaço suficiente e flexibilidade para conectá-los Ă s câmeras de vigilância.

– Verifique a fiação elĂ©trica e o encanamento antes de perfurar paredes. Há muitas casas em condomĂ­nio fechado em Curitiba que já tiveram parte da estrutura danificada por essa falta de cuidado ao se instalar câmeras de segurança.


O que é necessário para atualizar o sistema de vigilância das câmeras de sua casa?

Os sistemas em alta resolução operam baseados em tecnologia proprietária AHD, HD-CVI e HD-TVI. Originalmente câmeras e DVRs com estas tecnologias devem operar juntos e dependendo do modelo de DVR escolhido não será possível misturar uma tecnologia CVI com uma tecnologia TVI.

Portanto, se você tiver um sistema de segurança, verifique se está atualizando o mesmo corretamente. Um DVR HD-CVI acompanha câmeras HD-CVI, assim como um DVR HD-TVI acompanha câmeras HD-TVI, ou então opte por DVRs multi-tecnologia que aceitam tanto câmeras DH-TVI, quanto HD-CVI e AHD.

Com a onda crescente de furtos e roubos a residências no país, muitos brasileiros que possuem câmeras antigas estão querendo atualizá-las, para que possam começar a gravar imagens em alta definição. A boa notícia é que isso é fácil de ser feito e pode ser realizado em poucas horas.

Você pode atualizar seu sistema de CFTV antigo para um padrão de alta resolução mantendo a mesma infraestrutura e cabeamento.

Os sistemas de alta resolução permitem até o dobro de definição de imagem em comparação com sistemas antigos sem a necessidade de substituição do cabeamento.

É possível reduzir o valor final  substituindo as câmeras analógicas antigas apenas nos locais mais importantes. Os sistemas atuais permitem o uso mesclado de câmeras de alta e baixa resolução.


Dicas para a pós-instalação

Obtenha um tempo para verificar como anda a vigilância das câmeras nos próximos dias. Busque verificar mais de uma vez os ângulos e as visualizações da câmera após a instalação – ou seja, certifique-se de que você poderá ver e monitorar tudo o que deseja com o equipamento.

Se você sentir a necessidade de fazer alguns ajustes para ajudar o sistema a funcionar melhor, faça isso. Não há problema algum em mudar as coisas de vez em quando para obter os melhores ângulos de visão.

Uma vez que você entenda como ocorre o funcionamento das câmeras, você também entenderá como os sistemas de vigilância podem ser incrivelmente úteis para que você possa alcançar altos níveis de segurança, produtividade e paz mental.


Quanto pode custar a instalação de câmeras de segurança na sua casa?

Há muitos detalhes técnicos de grande influencia no custo final que só podem ser definidos observando o local da instalação.

Algumas caracterĂ­sticas do local podem influenciar no tipo de equipamento ideal.
Desde o formato do ambiente até a posição de iluminação, janelas e portas em relação à posição de fixação da câmera, passando por tipo de lâmpadas e proximidade de fiação e quadros elétricos. Influenciam no tipo de lente, sensor e tecnologia utilizada pelas câmeras e pelo cabeamento para evitar interferências e distorções na imagem, buscando atender à necessidade de monitoramento apresentada para a situação em questão.

Considerando também que características arquitetônicas do local precisam ser observadas para definir a maneira de passagem e fixação do cabeamento das câmeras até o local onde ficará instalada a central de gravação.

Todos estes detalhes tornam cada instalação única, de forma que um projeto genérico feito sem esta análise pode ter resultados ruins quanto à qualidade das imagens obtidas.

O kit CFTV  mais vendido para a segurança residencial possui 4 câmeras infravermelhas, que geram imagens nítidas tanto durante o dia quanto à noite. As câmeras de segurança deste kit tem ótima resolução, de 720p, o que permite registro de imagens em HD. Seu alcance de visão noturna é de 20 metros, indicado para instalações econômicas em pequenas residências, o kit conta com cabeamento simples do modelo coaxial com alimentação bipolar.

Este kit de câmeras de segurança já vem completo e seu preço médio varia entre 1.000 a 1.500  reais. Para instalá-lo, você precisará contratar uma mão de obra qualificada com um custo que pode girar de 150  a 300 reais por câmera/ponto, dependendo das características do local da instalação.

É importante considerar que a maioria dos fabricantes de equipamentos para sistemas de câmeras de segurança oferece garantia de 1 ano em seus equipamentos, porém para que esta garantia tenha validade, é necessário que toda a instalação seja feita conforme as normas técnicas, utilizando  cabos e conectores indicados para as características observadas no local de instalação.

Instalações feitas em ambiente externo ou próximas a fiação elétrica, ou ainda câmeras  posicionadas a mais de 60 metros de distância do DVR vão exigir diferentes tipos de cabos e conectores, em alguns casos será necessário uso de câmeras IP ou ainda  conexão por fibra óptica.

E aí, as informações foram úteis para você? Compartilhe o post com a sua opinião!